NOSSAS
NOTÍCIAS

Filtre suas notícias por ano:
10.04.2019

NOSSA HISTÓRIA ATRAVÉS DOS NOSSOS FUNCIONÁRIOS | ANDRÉ CARRARO

A trajetória de evolução da ROBOPAC tem como protagonistas pessoas que fazem a diferença todos os dias em nossa empresa. É por isso que nós queremos

compartilhar um pouco da história de colaboradores que cresceram junto com a ROBOPAC. Esse é o caso de André Carraro.

 

Para contar sobre a sua trajetória na ROBOPAC, André Carraro, 30 anos, retornou mais de 9 anos no tempo. Afinal, desde 2010 ele faz parte da nossa empresa.

 

Ao falar sobre as melhores lembranças desta história, relata que, aos 18 anos decidiu ingressar no Curso Técnico em Mecatrônica. Até então, nunca sequer havia saído do Rio Grande do Sul. Após formar-se, em 2008, resolveu realizar um intercâmbio acadêmico na Universidade de Bologna, no campus de Reggio Emillia, e um estágio na Landi Renzo (na época o maior fabricante de kits de conversão de combustível), localizada na mesma cidade italiana, permanecendo no país por seis meses.

 

Durante esse período, aprimorou o idioma italiano, além de obter conhecimento sobre controle de sistemas e planejamento de produção, hidráulica, pneumática e eletrônica.

“Em 2010 cheguei à IMSB (atualmente ROBOPAC) para uma entrevista, e fui contratado por um dos fundadores, Valter Scarmin. Fui o primeiro funcionário do setor e minha função inicial era padronizar os projetos elétricos”, relembra. Aos poucos, a relação profissional dos dois foi ficando cada vez mais sólida, em um encontro de propósitos, com respeito e admiração mútua.

 

André relembra que enquanto conciliava a vida acadêmica e as atividades laborais, conseguia vivenciar e experimentar os conteúdos na prática e, dessa forma, contribuir com o negócio e proporcionar novas experiências aos colegas. “Minha experiência exterior foi um facilitador na relação e comunicação quando ocorreu a incorporação da IMSB à Aetnagroup (ROBOPAC). Em 2016, tive oportunidade de vivenciar por 30 dias a experiência e cultura da ROBOPAC”, avalia.

 

Ao conversar com ele, é nítido que mantém o mesmo encantamento de quando chegou à empresa. A energia com que fala dos projetos desenvolvidos, de poder transformar uma estrutura mecânica em movimentos coordenados e que executem as funções para que foram projetados, dando VIDA a máquina, é contagiante.

 

Além de um profissional ímpar, visivelmente apaixonado pelo que faz e pela profissão, André se emociona ao falar dos desafios vivenciados, das visitas in loco que realiza e do quanto isso tem contribuído com sua evolução profissional. “Participar da equipe de Pesquisa e Desenvolvimento é contribuir com o nascimento da ideia até a sua concepção. Apesar de lidar diariamente com a padronização de projetos, essa atribuição me tira da rotina”, completa.

Segmentos de mercado